SEMEQ Manutenção autônoma: como conciliar com a preditiva

manutenção autônoma

Manutenção autônoma: como conciliar com a preditiva

Você sabe o que é a manutenção autônoma e de que maneira funciona? A aplicação dessa metodologia pode impulsionar a produtividade das plantas industriais e prolongar a vida útil das máquinas.

Neste artigo, explicamos o que é, como funciona e os passos para implementar a manutenção autônoma na sua planta industrial. Explicamos ainda quais são os principais cuidados para aumentar as chances de sucesso da aplicação dessa metodologia. Confira!

O que é manutenção autônoma?

Essa metodologia tem o objetivo de melhorar a segurança no ambiente de trabalho, por meio da autonomia de operadores para realizar pequenas medidas de manutenção.

Para isso, é necessário capacitar a mão de obra com técnicas simples de cuidados com as máquinas. Assim, é possível identificar eventuais problemas, a exemplo de falhas na lubrificação ou nas regulagens das máquinas.

Nesse ponto, é essencial distinguir que essa metodologia não consiste em direcionar os colaboradores a consertar os equipamentos Em vez disso, com a manutenção autônoma, os operadores podem aplicar o correto manuseio e os cuidados apropriados.

Essa diferenciação é importante porque os reparos nos ativos não devem ser feitos pelos operadores. Os consertos nas máquinas devem ser executados por profissionais especializados, após a realização de análises.

Qual é a relação com a manutenção produtiva total?

A manutenção autônoma é um dos fundamentos da manutenção produtiva total (TPM), que tem o propósito de oferecer mais eficiência aos equipamentos, diante de um conjunto de ações de gerenciamento.

Além disso, envolve mais sete pilares: manutenção planejada, melhorias específicas, educação & treinamento, manutenção da qualidade, controle inicial, TPM administrativa, TPM Seg., Hig., e MA.

Relacionada aos princípios do lean manufacturing, a TPM é um recurso para melhoria contínua. A intenção é a redução de desperdícios a fim de otimizar os seus processos produtivos.

Quais são os benefícios de aplicar em uma planta?

Depois de entender o conceito de manutenção autônoma e como se relaciona com a manutenção produtiva total, veja adiante quais são as vantagens de aplicar essa metodologia em uma planta industrial.

Melhorar a eficiência dos ativos

Inicialmente, é importante pontuar que a manutenção autônoma é capaz de aperfeiçoar a eficiência dos ativos. Isso é possível com o auxílio do trabalho conjunto entre diferentes áreas da empresa para a troca de informações sobre os equipamentos.

Os setores de manutenção e operação devem desenvolver sinergia para que os trabalhadores obtenham dados confiáveis sobre as máquinas. Como resultado, a cultura da manutenção autônoma pode ser implementada de maneira mais eficaz.

Aumento da produtividade

Quando os operadores aumentam os cuidados com as máquinas, os eventuais problemas podem ser identificados de maneira precoce.

Com os sensores de monitoramento da SEMEQ, por exemplo, todas as informações são disponibilizadas tanto para identificar defeitos como para que o operador entenda as condições inadequadas para operar a máquina, evitando que defeitos sejam desenvolvidos a médio e longo prazo e aumentando a vida útil do ativo.

Otimização dos recursos

Mais uma vantagem de adotar esse tipo de manutenção em sua empresa é a otimização de recursos humanos e materiais. Afinal, é possível treinar a sua mão de obra para cuidar dos equipamentos a fim diminuir as falhas.

Incremento da vida útil da máquina

A manutenção autônoma é importante para aumentar a vida útil dos ativos. A autonomia dos operadores para realizar pequenas medidas de manutenção também faz com que os equipamentos durem por mais tempo.

Como a cultura da manutenção autônoma pode ser aplicada na fábrica?

A cultura da manutenção autônoma pode ser posta em prática por meio de alguns passos. O processo começa com a limpeza e passa por etapas como a inspeção geral e a padronização. Continue a leitura para saber mais!

Limpeza

O primeiro passo para implementar a cultura de manutenção autônoma na planta industrial é fazer uma limpeza inicial. Os operadores devem higienizar os equipamentos e entender o funcionamento de forma mais ampla. Essa etapa ajuda a deixar a equipe mais cuidadosa em relação às instruções de uso e conservação.

Cuidados com fontes de sujeira

Também é importante adotar cuidados para a eliminação de fontes de sujeira. Assim, é possível reduzir a frequência da limpeza. A diminuição da sujeira ainda deve implicar a redução das paradas para manutenção. Nessa fase, deve ser feita a organização dos equipamentos para que se tornem mais acessíveis para facilitar a higienização.

Padrões para limpeza e inspeção

Já os padrões de limpeza e inspeção devem ser elaborados de forma precisa e clara. O objetivo dessa etapa é evitar falhas de comunicação e diminuir falhas na manutenção. Desse modo, os operadores de cada máquina devem entender como adotar os cuidados necessários.

Inspeção geral

A inspeção geral, por sua vez, depende de etapas como o treinamento dos operadores com instruções teóricas sobre a manutenção. Em seguida, os colaboradores devem aplicar os seus conhecimentos. Por último, é feita uma avaliação para verificar as habilidades dos operadores após o treinamento.

Inspeção autônoma

Os colaboradores que conseguiram aprovação na avaliação anterior passam a ter a permissão para fazer manutenções de maneira autônoma. No entanto, é importante que essa função seja monitorada, para que eventuais ajustes sejam feitos. Por isso, sempre é importante o operador entender as informações geradas pelos sensores de monitoramento.

Organização e ordenação

No estágio de organização e ordenação, a equipe de operadores pode indicar melhorias no ambiente. É possível indicar a necessidade de reposicionar máquinas ou melhorar a acessibilidade às ferramentas, por exemplo.

Consolidação da manutenção

Por fim, a consolidação da manutenção depende da execução adequada das etapas anteriores. Os operadores devem estar preparados para fazer o manuseio correto dos equipamentos em suas rotinas, contribuindo para a melhoria contínua dos processos.

Cuidados que se deve ter ao aplicar a manutenção autônoma em fábrica

Depois da conclusão de todas as etapas para implementar a cultura da manutenção autônoma, é interessante adotar determinados cuidados. Primeiramente, hoje, com a indústria 4.0, a quantidade de dados gerados é enorme e a análise de forma constante dos dados disponíveis ajudam a melhorar a performance dos ativos.

O processo pode levar alguns anos para se estabelecer. É necessário empenhar um treinamento adequado, com comprometimento e adequações. Sem esforço, provavelmente a implementação da manutenção autônoma deve ocorrer com alguns problemas.

Portanto, para aumentar as chances de sucesso, os gestores precisam compreender as mudanças e se tornar facilitadores. Com isso, a manutenção autônoma pode prolongar a vida útil dos equipamentos e impulsionar a produtividade.

Realize treinamentos com a SEMEQ

Fundada em 1994 na cidade de Limeira, em São Paulo, a SEMEQ é especializada em monitoramento de máquinas para a Manutenção Preditiva. 

São quase 30 anos de experiência em Monitoramento de Sistema Preditivo, sempre visando a maior disponibilidade dos seus ativos para aumentar a sua lucratividade e reduzir custos operacionais.

Para quem deseja incrementar os seus conhecimentos em análise de dados na manutenção preditiva, oferecemos treinamentos online em parceria com o Mobius Institute.

Os cursos oferecidos são Análise de vibração Cat I e Análise de vibração ISO categoria II. Conheça mais detalhes sobre eles neste link.

Além disso, entre as nossas soluções dispomos de sensores online e plataforma de monitoramento e visualização de dados para que o gerente de manutenção tenha uma visão clara do estado de cada ativo da sua planta. Também temos serviços de manutenção preditiva tradicionais, como análise de óleo.

Para ter uma planta segura, fale conosco.

Até a próxima!

Indicados para você

livros de manutenção industrial

10 livros de manutenção industrial que t...

Confira os melhores livros de manutenção industria...

Ler Tudo
#43646-Relatório-de-Manutenção-[blog]

Relatório de manutenção: como interpreta...

O relatório de manutenção desempenha um papel fund...

Ler Tudo
monitoramento-de-corrente-e-tensão-e-quais-as

O que é monitoramento de corrente e tens...

O monitoramento de corrente e tensão elétrica é um...

Ler Tudo
#43645-MTTR-[blog]

MTTR: o que é e como fazer o cálculo...

O MTTR desempenha um papel crucial na avaliação da...

Ler Tudo

Convertendo dados em ativos mais eficientes.

A combinação e o tratamento de dados realizados pela Semeq, resultam em informações valiosas para a sua tomada de decisão.

Conheça nossos serviços